Postagens

Mostrando postagens com o rótulo percebo que se não tivesse vivido

(DEFICIÊNCIA ADQUIRIDA OU DE NASCENÇA?)

Imagem
Outro dia, conversei com uma amiga da empresa onde trabalho e discutimos o que é pior pra cada um: nascer deficiente físico ou tornar-se um? Ela, então, confessou que nunca se fez esta pergunta. Porém, eu já a fiz umas 300 mil vezes. Eu, como sabem, me tornei deficiente aos 27 anos e tenho a absoluta certeza de que é melhor ficar deficiente do que nascer assim. Tenho amigos surdos, cegos e cadeirantes, e sempre tento me imaginar no lugar de cada um deles. Uma pessoa que nasce cega, que nunca viu o céu ou o mar tem vantagem sobre o cara que fica cego ao longo da vida? E o outro, que teve paralisia cerebral ao nascer, nunca andou e sequer falou é mais feliz que o menino que se acidentou andando de skate depois de adulto, ficou paraplégico e não sente mais cheiros? Sempre me faço essas perguntas aos meus amigos e amigas deficientes. Os que já andaram ou enxergaram sempre dizem que são mais felizes tendo  adquirido o problema depois.





Sou um exemplo de tudo isso. Até os 27 anos não só andei, …