Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

(REDE DE CONTATOS DE UM HOMEM PELA METADE )

Imagem
Tomei uma pancada da vida😢💔 que eu não consegui me levantar ,nem sei se conseguirei 💪 tem a ver com confiança na vida e nas pessoas, outro dia a gente não conversou sobre decepções pessoais? Eu descobri um negócio muito sério, faz um tempo já ⌚ Tem a ver com a saúde da minha mãe..Não crie muitas expectativas das pessoas. Por que a decepção pode ser grande demais. Fiquei pensando como é que faz, quando essa decepção é com a gente mesmo? Estou falando de mim é claro, mais ou menos dois anos na verdade eu já perdi as contas de quanto tempo faz⌚ eu vivo um tratamento de saúde familiar, sei que foram duas cirurgias tá vendo para retirada de nódulos cancerianos, alguns de vocês meus amigos acompanharam a minha agonia, após a primeira cirurgia foi pedido um exame chamado Pets Scam, que é responsável por detectar a presença de células cancerígenas no nosso corpo quando soube do pedido desse exame orientei minha mãe, a fazer o seguinte usar o fato que eu sou militante político porque não? T…

(DEFICIÊNCIA ADQUIRIDA OU DE NASCENÇA?)

Imagem
Outro dia, conversei com uma amiga da empresa onde trabalho e discutimos o que é pior pra cada um: nascer deficiente físico ou tornar-se um? Ela, então, confessou que nunca se fez esta pergunta. Porém, eu já a fiz umas 300 mil vezes. Eu, como sabem, me tornei deficiente aos 27 anos e tenho a absoluta certeza de que é melhor ficar deficiente do que nascer assim. Tenho amigos surdos, cegos e cadeirantes, e sempre tento me imaginar no lugar de cada um deles. Uma pessoa que nasce cega, que nunca viu o céu ou o mar tem vantagem sobre o cara que fica cego ao longo da vida? E o outro, que teve paralisia cerebral ao nascer, nunca andou e sequer falou é mais feliz que o menino que se acidentou andando de skate depois de adulto, ficou paraplégico e não sente mais cheiros? Sempre me faço essas perguntas aos meus amigos e amigas deficientes. Os que já andaram ou enxergaram sempre dizem que são mais felizes tendo  adquirido o problema depois.





Sou um exemplo de tudo isso. Até os 27 anos não só andei, …